Menu

Bruno NovelliCom uma produção pictórica que propõe uma aproximação visual com a técnica da colagem, o artista Bruno Novelli desenvolve pesquisa na criação de equivalências entre os elementos que se acumulam e se sobrepõem nas telas. Em “Muito Sol na Cachoeira”, sua primeira individual na Zipper Galeria, ele exibe um conjunto de novas pinturas em que mescla distintas referências do universo gráfico na representação de elementos da flora e da cultura brasileira. Caules, flores e frutos se misturam a formas geométricas.

Sobre o artista
Com uma produção desenvolvida em diferentes suportes, Bruno Novelli (Fortaleza, Brasil, 1980) desenvolve pinturas, desenhos, trabalhos digitais e mapas metagráficos. A espacialidade da pintura também aparece como objeto de pesquisa em sua série mais recente, “Substantivos Transitórios”, em que parte de experiências e registros fotográficos feitos em caminhadas na região da Amazônia e na costa de Santa Catarina e São Paulo. Sobrepondo diversos elementos em um mesmo plano, Novelli se aproxima da técnica da colagem, em que a perspectiva da pintura dá lugar a um aspecto mais bidimensional. Nessas obras, ele usa a floresta para articular uma cadeia de relações orgânicas, semelhantes às que existem também em um ambiente urbano. Nos últimos anos, participou de exposições individuais em Bogotá (Colômbia), Denver (EUA), Copenhagen (Dinamarca), São Paulo e Milão (Itália). Entre as principais mostras coletivas, destacam-se: MITOVÍDEOS, Museu da Imagem e do Som, Sao Paulo (2014); 2013; Cosmovideografias Latinoamaricanas. Centro Nacional de Las Artes, Cidade do México, 2013; Barro del Paraiso. Fundacion OSDE, Buenos Aires, 2012 e NOVA. MIS (Museu da Imagem e do Som). São Paulo, 2010.

Serviço
“Muito Sol na Cachoeira”, na Zipper Galeria
Abertura: 18 de maio de 2017, às 19 horas
Visitação: até 17 de junho de 2017

Foto: Reprodução